Atividades com Movimento e Matemática

 

BASQUETE MATEMÁTICO 


 

Basquete Matemático

Objetivo: Aprender as bases do basquete com a Matemática e atividades lúdicas.
Duração: De 20 minutos a 1 hora.
Material: bola e cesta. 
Faixa Etária: De 9 a 12 anos

Aproveitamento: Recreação e Aprendizado de Matemática.

 

Descrição da Atividade: Pode-se separar o grupo em dois.

O professor separará antecipadamente algumas operações matemáticas, escrevendo-as com pincel atômico em folhas de papel de forma bem visível.

Decide-se qual grupo irá iniciar o jogo, então um aluno sorteia uma operação matemática e mostra para o lançador da bola à cesta.  O lançador calculará a conta de cabeça e tentará chegar mais próximo do resultado através dos lançamentos de bola, onde a cesta direta vale dois pontos e quando a bola bate na cesta e volta às mãos do lançador e ele relança a bola, quantas vezes forem necessárias, valerá um ponto.

O grupo que chegar mais próximo dos resultados das contas será o vencedor.

Observação - O juiz será o professor e o aluno deverá citar o resultado da operação ao finalizar suas cestas.

 BOLICHE DAS SOMAS

 

Boliche das Somas

Objetivo: Estimular a criança na socialização e nas primeiras noções de Matemática.

Duração: 1 hora.
Material: bola e garrafas plásticas com água ou areia ou, ainda, vazias. 
Faixa Etária: De 8 a 10 anos

Aproveitamento: Recreação, conscientização do trabalho em equipe e aprendizado de Matemática.

 

Descrição da Atividade: Aqui, o professor trabalhará operações matemáticas simples ou avaliando o ano que as crianças se encontram.  Conseguirá um número de 10 a 20 garrafas plásticas que receberão inscrições dos números de 0 a 10 ou 20.

O grupo será dividido em duas equipes.

Cada equipe irá ter um representante por vez no lançamento da bola contra as garrafas numeradas.

Após a queda das garrafas pelo lançamento da bola pelo aluno, os números das garrafas derrubadas deverão ser somados pelo aluno e anotados pelo professor como um controle e, ao final do jogo, descobre-se o grupo vencedor através do maior número de pontos obtidos.

Observação: Pode-se variar a operação matemática a cada jogo e também efetuar uma subtração dos pontos obtidos das garrafas que ficaram em pé dos pontos do grupo opositor.

 AMARELINHA MATEMÁTICA

 

Amarelinha matemática

 

Objetivo: Aprender Matemática brincando e desenvolvimento das habilidades motoras

Duração: 30 minutos.
Material: Giz, cartões com números e símbolos matemáticos e pedrinha. 
Faixa Etária: De 8 a 11 anos

Aproveitamento: Recreação, habilidades motoras, consciência do próprio corpo e aprendizado de Matemática.

 Descrição da Atividade: Desenha-se no chão uma amarelinha tradicional, mas a diferença está no embaralhar dos cartões com as operações matemáticas e dispor os mesmos nos campos internos da amarelinha. 

 

A criança deve lançar a pedrinha na direção da amarelinha com os olhos fechados e depois observar sua caída ou aproximação, saltando de casa em casa, assim, onde a sua posição indicar, deve pegar o cartão com a operação matemática, fazer a operação mentalmente e depois citar a resposta ao grupo.

Se a criança acertar, ela deverá relançar a pedrinha e prosseguir no jogo, mas, se errar, voltará para a posição inicial chamada popularmente de inferno.

Ganha o jogo quem chegar no Céu, o que significa que se saiu bem no movimento e na matemática.

Observação: Os cartões devem ser trocados cada vez que forem feitas as operações matemáticas para dar a oportunidade de nova participação

 APRENDENDO A CONTAR, SOMAR E PULAR CORDA

 

Aprendendo a contar, somar e a pular corda

 

Objetivo: Socialização no grupo, também aprender a contar e somar, além de exercícios aeróbicos.

Duração: 1 hora.
Material: Corda, caderno, lápis e borracha. 
Faixa Etária: De 6 a 8 anos

Aproveitamento: Aprendizado de Matemática, queima de energia através de atividade aeróbica.

 

Descrição da Atividade: Os alunos fazem uma grande roda, ficando sentados e colocando no colo um caderno onde anotarão seus pontos obtidos no jogo.

No sentido horário, um aluno por vez vai ao centro pular corda, sendo observado pelo grupo.

A cada volta da corda, as crianças batem palmas e contam em voz alta, no lugar das cantigas infantis, os números de pulos que a criança do centro faz, um a um.

Quando a criança do centro erra, ela passa a corda para a criança seguinte e vai para o seu lugar anotar o número que obteve pulando corda e, assim, consecutivamente.

Ganha a criança que fizer mais pontos.

 QUEIMADA DA MULTIPLICAÇÃO

 

Queimada da Multiplicação

 

Objetivo: Desenvolver agilidade, também o trabalho em equipe e o raciocínio em operações matemáticas, que podem ser simples para os anos iniciais ou mais complexas como a multiplicação para os alunos mais adiantados, além de excelente exercício físico.
Materiais: Bola de borracha, quadra ou espaço que acomode o grupo.

Duração: 30 minutos cada “set”.

Faixa etária: a partir de 7 anos.

Aproveitamento: Recreação, conscientização do trabalho em equipe e aprendizado de Matemática e atividade física.

 

Descrição da Atividade: Separa-se o grupo em duas equipes.

O jogo é o mesmo da tradicional queimada, mas, quando o aluno oponente é atingido pela bola, aquele que atirou poderá fazer uma pergunta matemática para ele ou pedir para que o professor realize a questão, enquanto todos os outros ficam em posição de estátua aguardando a resposta do aluno “queimado”.

Se o aluno acertar a operação matemática, ele prossegue no jogo e mantém a posse da bola, caso contrário, é eliminado da equipe.

Ganha o jogo a equipe que conseguir manter maior número de componentes.

Observação: A cada jogo, pode-se variar as operações Matemáticas ou usar a tabuada.


                        CADA ATIVIDADE AQUI DESCRITA PODE SER ADAPTADA AO PROPÓSITO DO APRENDIZADO.

 
Crie um site gratuito com o Yola.